fbpx
Sem categoria

Piedade: cafeicultores tentam se recuperar de enorme prejuízo

No dia 09 deste mês, em Piedade de Caratinga, aconteceu um encontro, com a presença de cafeicultores, autoridades da região, a deputada federal Rosângela Reis e representantes dos deputados Ione Pinheiro e Pinheirinho, com o objetivo de encontrar uma forma de minimizar os prejuízos sofridos pelos produtores lesados pela exportadora de café MCC Armazéns Gerais, sediada em Varginha, que não pagou os cafés comprados dos produtores da última safra.

A exportadora pediu a recuperação judicial e, com isso, a situação causou um prejuízo estimado de mais de R$ 300 milhões a produtores e compradores de café do Leste de Minas, da Zona da Mata, além de alcançar outras regiões cafeeiras do Estado, que estão desesperados e sem condições financeiras de trabalhar. Somente no município de Piedade de Caratinga, o prejuízo causado pela exportadora chega aos R$ 50 milhões e atinge aos pequenos e grandes produtores.

Como esclareceu o cafeicultor Tarcísio Márcio de Souza, os produtores da região de Piedade de Caratinga comercializam seus cafés com compradores que revendem o café para a MCC há quase dez anos. “Eles trabalham com a gente desde 2014. A empresa foi ganhando a confiança dos compradores, que são pessoas idôneas, acertando com a gente corretamente. Na safra passada vendemos para os corretores que repassaram para essa empresa, mas venceram os contratos e ela parou de pagar. São centenas de produtores de Piedade, Caratinga, Ubaporanga, Santa Rita, Santa Bárbara, São Domingos das Dores e São Sebastião do Anta. Estamos sem dinheiro e precisamos dele para movimentar a cafeicultura e o custo é caro. Muitos venderam toda a produção aguardando chegar esse prazo para estar recebendo. A cidade está perdendo. Tem comerciante que vendeu adubo e não recebeu. Estamos desesperados com essa situação. No meu caso, estou sem receber R$ 467 mil. Meus negócios estão parados”.

Participante do encontro, o prefeito de Piedade de Caratinga, Adolfo Bento, ressaltou que está unido aos produtores na busca de uma solução para o problema. “Há 30 dias estou mexendo com isso. Sou mais um jogador junto com os produtores. Eu estou nessa causa e temos um encontro marcado com Procurador Geral do Estado, Jarbas Soares, para tentar penalizar essa empresa o mais rápido. Toda a cidade foi atingida, afetando o comércio em geral. O prejuízo é muito grande!”.

As autoridades presentes confirmaram que estarão buscando solução para a situação

Segundo o vereador Ronaldo Adriano de Almeida, presidente da Câmara Municipal de Piedade, ele foi procurado por um produtor local que lhe relatou ter sofrido um prejuízo de cerca R$ 3 milhões. “O prejuízo dentro da cidade é muito grande. Vamos pedir os deputados para nos ajudar. Como representante do povo, nós, vereadores, daremos total apoio aos produtores”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo