fbpx
PolíticaRegiãoSaúde

Ubaporanga: Mãe denuncia descaso da prefeitura

Michele Soares Coelho, mãe de três filhos, um deles especial, procurou a reportagem de A Semana para denunciar o descaso da área de saúde da Prefeitura de Ubaporanga. Segundo ela um dos seus filhos faz tratamento em Governador Valadares e Caratinga por isso tendo a necessidade de deslocar até essas cidades pelo menos uma vez por semana. Como informou Michele, há vários meses ela não tem tido as respostas para o transporte até Caratinga e Valadares da secretaria de Saúde do Município. Ainda disse que não sabe se acontece com outras mães, mas com ela o tratamento é o mesmo, nunca tem carro à disposição para transportar seu filho especial. Quando muito manda a gente ligar para o motorista que sempre responde com falta de educação que o carro está sempre cheio. Michele também relata ter procurado o prefeito Dr. Gleidson que também nada resolveu e ainda a tratou com falta de educação. A falta de carro para transporte, segundo Michele, não passa de uma grande mentira pois ela mesmo esteve no pátio onde ficam estacionados os veículos e pôde constatar vários no local.

“A última vez que pedi a secretaria o transporte e me disseram não ter veículos, disse à coordenadora de saúde que se arrumassem o motorista, iríamos no nosso próprio carro. Também disseram não ter motorista disponível, somente após o expediente é que apareceu um motorista de forma voluntária nos oferecendo levar. Chegamos a ficar seis horas com meus filhos com fome à espera de atendimento da prefeitura.” Michele alerta todas as mães que tiverem problema no atendimento com o transporte na prefeitura de Ubaporanga, façam como ela, procure o Ministério Público e denuncie o que está acontecendo no município na área de saúde, pois quem sabe assim eles cumpram com suas obrigações de atender melhor a população.

A reportagem estará enviando à área de comunicação da prefeitura de Ubaporanga uma resposta para o fato, tão logo tenhamos a resposta publicaremos em nossas edições.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo