fbpx
PolíciaRegião

Suspeito de feminicídio em Ipatinga é preso na Colômbia com ajuda da Interpol

Alef Teixeira de Souza,29 anos, suspeito de cometer o feminicídio contra Rafaela Miranda Sales, de 34 anos, em Ipatinga, foi preso em Bogotá, na Colômbia.

Conforme divulgado pela Polícia Civil na quarta-feira,16, a prisão foi feita em conjunto com a Interpol, o Ministério Público de Minas Gerais e a Polícia Federal. O crime ocorreu no dia 28 de abril deste ano.

Segundo as investigações, o suspeito teria cometido outros crimes contra mulheres agindo da mesma maneira que no caso registrado em Ipatinga. O delegado Marcelo Franco Marinho deu detalhes sobre a a investigação. “Ele se aproximava de mulheres por meio de aplicativos de relacionamentos, conseguindo morar junto com as vítimas e passando a submetê-las ao vício em drogas injetáveis e constantes espancamentos e torturas”, relatou.

O investigado também responde por envolvimento com o tráfico de drogas e estava foragido desde a data do feminicídio, mas teve sua rota de fuga rastreada pela inteligência da Polícia Civil em Ipatinga. Os dados do suspeito foram incluídos na Interpol, onde teria sido localizado primeiramente na Costa Rica, e depois em Bogotá, na Colômbia.

O investigado possuía muitos contatos internacionais e um histórico de viagens para os Estados Unidos e Uruguai. O chefe do departamento em Ipatinga, Gilmaro Alves Ferreira, celebrou a prisão do suspeito. “Esse resultado representa um grande êxito para as instituições envolvidas, que de forma integrada e com a colaboração da Interpol prenderam mais um foragido internacional”, afirmou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo