fbpx
AlimentosCulináriaSaúde

Fim de ano:  cuidados com a alimentação nas festas

Tradicionalmente, o final de ano é marcado por festas e comemorações, que incluem as ceias e almoços por ocasião do Natal e Ano Novo, as festas e encontros de confraternização das empresas, os churrascos e jantares com amigos e familiares, momentos em que naturalmente acontece a ingestão de maiores quantidades de comida e de bebida, proporcionando situações que podem trazer riscos à saúde das pessoas, além de prejudicar e interromper a dieta alimentar de quem combate a obesidade.

De acordo com nutricionistas, é possível participar e aproveitar desses encontros onde ocorre a fartura e variedades de alimentos desde que sejam observados certos procedimentos a se evitarem os exageros, como bem orientam os especialistas.

As mesas durante os encontros de final de ano são marcadas por cardápios mais exóticos e variados, que se tornam tentadores, sendo quase impossível evitar os abusos, inclusive para quem tenta manter uma alimentação equilibrada. Para enfrentar tais situações, os nutricionistas dão valiosas dicas e sugestões.

É importante não ficar muitas horas sem comer, procurando se alimentar com pequenas porções de três em três horas, mantendo o metabolismo funcionando corretamente. Ficar sem comer ao longo do dia pode fazer com que você coma exageradamente ou até mesmo de forma compulsiva.

Outra dica é a pessoa analisar as opções de alimentos oferecidos nos encontros e ceias antes de fazer o prato, optando pelos alimentos mais saudáveis e, de preferência, começar pelas saladas, que devem ser regra para quem enfrenta problemas com o peso.

Quanto maior a variedade de alimentos e preparações disponíveis, maiores as chances de comer de forma inconsciente, por querer experimentar todos os sabores.

Uma boa sugestão é se fazer substituições inteligentes. Na hora da comemoração, valem as boas escolhas. Além da moderação nas bebidas, o ideal é trocar a carne vermelha pela carne branca; preferindo água ou suco ao refrigerante; oleaginosas como castanhas e nozes são bem-vindas; na hora da sobremesa, dê mais atenção às frutas do que aos doces. Evite comer um pouco de tudo, preferindo escolher, sem exagero, o que mais tem vontade de comer.

Como sugerem os nutricionistas, durante as ceias e jantares, é ideal comer devagar, procurando aproveitar o momento se confraternizando com os demais participantes, afinal, a comida é apenas parte do evento e não seu principal objetivo.

Um ingrediente que não deve faltar durante as festas é a “moderação”, que deve ser mantida seja com a alimentação e, principalmente com a ingestão de bebida. Não se esqueça de que a alegria incentivada pela bebida de hoje pode resultar na indesejável ressaca de amanhã.

Uma ótima dica para o dia seguinte é procurar se alimentar com frutas, entre as quais, melancia, melão, abacaxi, pêssego, pera, ameixa e uva que, além de refrescantes são alimentos saudáveis e nutritivas. Se for possível, beba água de coco.

Os especialistas também aconselham a que, durante o período das festas, seja mantido o hábito da prática de atividades físicas. Na impossibilidade de frequentar a academia, pratique a caminhada.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo