fbpx
ColunasEdilson Rodrigues

Coluna do Edilson – 07/05/23 -Consciência

Se você me perguntar se estou preocupado com o futuro do Brasil, certamente a minha resposta será “sim”!
Estou preocupado e muito, afinal de contas, quem está à frente da administração do País é uma pessoa sem competência para isso e com um currículo recheado de corrupção e roubo, além de ter como “companheiros” e ocupantes dos principais cargos, incompetentes e desonestos como ele.

No entanto, a minha preocupação é um sentimento que tenho com a consciência limpa!… A consciência de quem trabalha desde os oito anos e que nunca se afastou de suas responsabilidades e obrigações, e que sempre procurou sonhar, acreditar e lutar por um Brasil melhor!… E melhor para todos, independente de cor, raça ou credo, e não para os companheiros ou, melhor, comparsas!

Trago a consciência limpa por ter agido como um cidadão que ama este país nas eleições passadas, votando naqueles que considerei os melhores, naqueles que pretendiam fazer ou continuar fazendo o melhor para o Brasil e sua gente!
Tanto assim que, apesar do voto ser secreto, eu posso declarar abertamente, seja em que local for, em quem votei e ter os argumentos que justificam e respaldam as minhas escolhas, aliás, minhas melhores escolhas.

Não me envergonho como milhões de pessoas, dentre as quais amigos meus, que se calam e fogem de falar sobre o assunto, pela falta de argumentos que justifiquem de forma plena o erro cometido ao usarem seus dedos de forma errada, quando fizeram parte daqueles que entregaram as “chaves do cofre” a quem tanto roubou em um passado muito recente!

Se eu já errei?… Sim!… Claro que errei, afinal, todos os homens erram!… Mas, jamais insisti em um erro!… Se errei hoje, abandonarei esse erro e me empenharei em jamais voltar a cometê-lo!

Afinal, não podemos nos esquecer do velho ditado, que sabiamente afirma que “errar é humano, mas, permanecer no erro é burrice!”.

Ou seja!… É possível a qualquer eleitor votar errado, acreditando que está votando certo. Porém, votar em um partido que praticou o maior roubo de dinheiro público da história da humanidade e voltar a colocar na presidência do país o homem que participou e comandou esta quadrilha é ser cúmplice de todo o mal que acontecerá à nação e às gerações futuras. É o mesmo que escolher fazer parte da quadrilha!

Ao insistir em algo que deu errado e causou tantos danos à nação, o tolo eleitor foi iludido pelas falsas promessas de quem mente e rouba, não percebendo que a sua errada escolha o fará também sofrer as consequências advindas do seu ato insano e que elas atingirão inclusive à sua própria família.

O pior é perceber que não tem como consertar isso agora, sendo obrigado a ter a consciência pesada por ter sido um dos responsáveis por tudo de negativo que resultar do “desgoverno” eleito por sua péssima e infeliz escolha.
Embora ainda estejamos no início do quinto mês do atual “desgoverno”, já começamos a colher os frutos podres que esta súcia notoriamente determinada em cometer o mal.

Apesar de não ter a menor culpa disso ter acontecido, eu também serei vítima desses males, mas, sofrerei com a consciência limpa, pelo fato de ter praticado boas escolhas, aliás, as melhores. Prefiro milhões de vezes o honesto que fala duro ao desonesto de fala mansa, que pratica a corrupção mais do que respira!
A minha consciência, repito, está limpa!… E a sua?

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo