fbpx
CaratingaSaúde

Usuários do SUS da região sofrem com falta de exames de Hemodinâmica

Embora Caratinga conte com dois hospitais credenciados ao Sistema Único de Saúde (SUS), – Hospital Irmã Denise e Hospital Nossa Senhora Auxiliadora -, que atendem pacientes da microrregião, que abrange mais de 250 mil habitantes, os pacientes que necessitam de atendimento e a realização de exames realizados com equipamentos de Hemodinâmica ficam obrigados a ficar na fila de espera para a transferência para cidades onde esses atendimentos são realizados pelo sistema público de saúde.

Embora o Hospital Irmão Denise, conforme apurado pelo jornal A Semana, esteja devidamente capacitado para realizar atendimentos através da Hemodinâmica, contando com corpo médico devidamente habilitado, a instituição hospitalar não conta com os equipamentos necessários para realizar os procedimentos. Atualmente, os equipamentos necessários para a Hemodinâmica custam mais de R$ 2,7 milhões.

Casu está capacitado para atendimento, mas não conta com equipamento de Hemodinâmica

Hemodinâmica
A hemodinâmica é uma área de atuação que se propõe a diagnosticar e tratar disfunções neurológicas, endovasculares e cardiológicas, como obstruções, aneurismas e tromboses. As técnicas de hemodinâmica utilizam cateteres para analisar os vasos sanguíneos, o que a torna um procedimento seguro e minimamente invasivo, sendo indicada para casos de infarto, angina, aneurismas, malformações congênitas, arritmias graves e disfunções valvares, entre outras situações.

Equipamento para atendimento de Hemodinâmica

O aparelho de Hemodinâmica é um equipamento de alta tecnologia que, por meio de uma punção em uma das artérias do corpo, realiza o diagnóstico e também o tratamento de dezenas de doenças, tanto cardíacas quanto vasculares e neurológicas, como infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC) e trombose venosa profunda, entre outras.

Entre os exames contemplados pela hemodinâmica estão: cateterismo – utiliza cateteres com a finalidade de identificar a presença de obstruções (entupimentos) nas artérias do coração ou mau funcionamento das válvulas do coração, entre outras funções; angioplastia – atua nas obstruções das artérias do coração, das carótidas, dos vasos cerebrais ou periféricos, por meio da colocação de stents (malhas metálicas altamente especializadas que protegem a artéria tratada); implante de válvulas do coração, por intermédio de procedimentos minimamente invasivos; arteriografia – avalia a presença de entupimentos ou aneurismas nas carótidas, artérias cerebrais ou periféricas, bem como nas veias.

Caratinga
Na microrregião de Caratinga, o único aparelho de Hemodinâmica existente está instalado na Casa de Saúde União, que só atende a convênios ou particular. O equipamento é terceirizado de uma empresa de Belo Horizonte.

Para piorar a situação dos pacientes, de acordo com informações obtidas pelo jornal, um exame de cateterismo custa em média R$ 1.200,00 e uma angioplastia chega a custar até R$ 1.800,00. Assim sendo, os pacientes que necessitam desses procedimentos e não têm recursos financeiros para pagar por eles ficam obrigados a esperar por vagas em hospitais conveniados ao SUS que realizam tais exames, recebendo apenas um atendimento paliativo enquanto esperam. Vale ressaltar que não são poucos os casos em que o paciente acaba indo ao óbito sem conseguir se submeter ao procedimento.

Ação política
A carência desse equipamento poderia ser solucionada se os vários deputados federais e estaduais votados em Caratinga e demais municípios da região, ao invés de encaminhar pequenos recursos para os hospitais através de emendas parlamentares, quase todas voltadas a custeio, portanto, impossíveis de serem aplicadas na aquisição dos equipamentos de Hemodinâmica, de forma individual ou coletiva, destinassem recursos suficientes exclusivamente para que os hospitais de Caratinga procedessem a aquisição dos aparelhos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo