fbpx
CaratingaSaúde

Secretário esclarece a vacinação em Caratinga

Procurado pelo jornal A Semana, o secretário municipal de Saúde, Erick Gonçalves, informou todos os detalhes de como ocorrerá o processo de vacinação contra a Covid-19 no município de Caratinga, realizado por etapas, a partir dos profissionais de saúde que atuam diretamente no combate à pandemia e, posteriormente, seguindo por grupos definidos pelo Ministério da Saúde, até alcançar toda a população.

Crédito Foto: Assessoria de Comunicação PMC

Como ele esclarece, a imunização é feita com duas doses. Nesta primeira fase, Caratinga recebeu 1050 doses da vacina Coronavac destinadas aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no atendimento a casos suspeitos e confirmados da Covid-19, aos pacientes com 60 anos ou mais que estão em asilos e pessoas com deficiência, a partir dos 18 anos, que estão institucionalizadas.

A segunda dose deverá ser aplicada no prazo entre 14 e 30 dias após a primeira e as 1050 vacinas para a segunda dose estão armazenadas na Superintendência Regional de Saúde de Coronel Fabriciano e serão entregues nos próximos dias.

De acordo com Erick, após o envio de mais doses para Caratinga pelo Ministério da Saúde e pelo Governo do Estado, a vacinação prosseguirá imunizando os demais profissionais de saúde. Após esta fase, a vacinação será feita, mediante a chegada de novos lotes de vacina, obedecendo o critério de grupos definido pelo Ministério da Saúde.

Pela ordem, esses grupos ficaram assim divididos: pessoas com 60 anos ou mais; pessoas com comodidades; professores; profissionais da força de segurança e salvamento; funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade. O secretário de saúde informa que outros públicos poderão ser acrescentados pelo Ministério da Saúde.

Segundo Erick, a previsão inicial é de que até nesta segunda-feira, 1º, o município de Caratinga esteja recebendo mais doses da vacina, no entanto, ele ainda não tinha recebido a informação do quantitativo de doses. “Até o momento Caratinga está utilizando a vacina Coronavac. No próximo envio estaremos recebendo a vacina Oxford-AstraZeneca produzida em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)”.

Queda nos números
Como relata o secretário, no momento a média diária de novos casos da doença no município está em queda, assim como o número de hospitalizações. “Porém, isso não é motivo para a população relaxar nas medidas sanitárias. Pedimos apoio aos nossos comerciantes para manterem os protocolos sanitários em seus estabelecimentos, protegendo seus funcionários e, também, seus clientes. A população deve manter as atitudes preventivas. A prevenção da Covid-19  é um ato de amor a si mesmo e a todos à sua volta”.

Erick destaca a situação das internações. “Sobre os leitos hospitalares é importante frisar que a grande maioria, em torno de 80%, é de pacientes de Caratinga. Esta não é uma situação irregular, pois, a destinação de pacientes para o nosso município é determinada pelo Governo do Estado. Porém, isso reforça a necessidade de um esforço conjunto dos demais municípios para a adoção de medidas que de fato possam reduzir a velocidade do contágio na micro e macrorregião”.

Ele relata que o município vem atuando de forma intensa para garantir todos os recursos necessários para o enfrentamento da pandemia. “Caratinga foi o município da região que mais aumentou a oferta de leitos de UTI para a Covid-19, contando, hoje, com 80 leitos de UTI adulto, 5 leitos de UTI pediátrica e 25 leitos clínicos”.

Erick deixa claro que a vacinação é somente um primeiro passo para alcançar um maior número de pessoas imunizadas, evitar hospitalizações e óbitos. “É muito importante que a população mantenha as regras sanitárias como: isolamento social para quem puder, distanciamento social, uso das máscaras, evitar locais de aglomerações e realizar a higiene correta das mãos”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo