fbpx
BrasilCaratingaCulturaMundoRegião

Preserve Muriqui recebe
30 mil Euros para seus projetos

A Sociedade para a Preservação do Muriqui (Preserve-Muriqui) que administra a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Feliciano Miguel Abdala acaba de ser agraciada com um prêmio no valor de 30 mil Euros, o equivalente a pouco mais de R$ 165 mil, em disputa realizada pela European Outdoor Conservation Association (Eoca), instituição europeia que investe recursos em projetos de conservação ambiental.

Eoca
A Eoca investe recursos provenientes de seus associados em projetos de conservação implementados por organizações de conservação, financiando grande número de projetos de conservação em todo o mundo, com exceção para a América do Norte, onde a The Conservation Alliance faz um trabalho semelhante.

Rodada de financiamento
Nas disputas da qual a Preserve Muriqui participou, cada membro da Eoca teve o direito de indicar até três projetos para participarem da rodada de financiamento que eles gostariam que a associação apoiasse.

Como sempre ocorre, uma lista restrita de todas as candidaturas foi elaborada com os projetos que melhor atendem aos critérios de financiamento da Associação e oferecem o maior benefício de conservação.

Mais de 200 organizações não governamentais (Ongs) foram selecionadas, em diferentes modalidades, e passaram por duas votações.

Na primeira delas, como esclarece Rodrigo Abdala, membro da Preserve Muriqui, somente os associados tiveram o direito de votar, quando foram definidas as 12 Ongs finalistas.

Uma vez definidas as finalistas, grupo seleto que incluiu o Projeto da Preserve Muriqui, foi realizada a segunda votação, aberta ao público, que durou do dia 15 a 29 de março, quando os interessados puderam votar no projeto da Ong de sua preferência.

De acordo com Rodrigo Abdala, a Preserve Muriqui disputou com outras três Ongs a categoria “Floresta”, terminando em segundo lugar “Nós fomos a única Ong do Brasil a participar desta rodada de investimentos e, na votação pública recebemos mais de três mil votos, perdendo por apenas cem votos para uma Ong argentina, chamada Acción Serena, que foi premiada com 30 mil Euros”.

No entanto, segundo Rodrigo, os associados da Eoca decidiram realizar uma votação privada e escolheram mais três Ongs para também serem premiadas, observando-se rígidos critérios, entre os quais a reputação da Ong e a Preserve Muriqui foi uma das escolhidas, recebendo o prêmio de 30 mil Euros. A informação da premiação aconteceu no dia 17 deste mês.

Como informa Rodrigo, o prêmio ao qual a Preserve Muriqui fez jus será aplicado nas seguintes iniciativas: plantar 20 mil árvores nativas; apoiar a rede de sementes nativas formada por mulheres negras visando coletar duas toneladas; conversar com mais de 100 produtores rurais na região para preservar e expandir suas florestas.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo