fbpx
CaratingaCulturaEducação

Festival de dança da Allegro marca retorno da apresentação anual

No dia 26 de novembro, aconteceu o 22º Festival de Dança Allegro, academia de dança da Escola “Professor Jairo Grossi”, mantida pela Fundação Educacional de Caratinga (Funec). Tradicionalmente, o evento acontece a cada ano, porém, devido às restrições impostas durante o período da pandemia da Covid-19, nos anos anteriores, o festival foi realizado online.

Ao ser realizado novamente de forma presencial, o Festival foi marcado por muita preparação, dedicação e entrega, sendo um sucesso de público, atingindo as expectativas da organização.

A professora de ballet e idealizadora do festival, Keké Rodrigues, se mostrou orgulhosa com o espetáculo. “O show é nosso vigésimo segundo espetáculo e é o nosso retorno aos palcos após dois anos de pandemia, apresentações online e reabrimos nossas cortinas para uma noite de muita emoção, alegria e arte. Trouxemos diversos ritmos como rock. Abrimos com um musical, estamos com um grande grupo de bailarinas”.

A produção detalhada do ambiente, do figurino e da produção como um todo chamou a atenção do público, como destaca a diretora da Escola Jairo Grossi, Eci Fernandes. “Diante de um espetáculo dessa magnitude, podemos ver muito brilho, competência, arte e alegria. Hoje estamos com aproximadamente duzentas bailarinas e isso nos alegra muito, pois, a cultura faz parte da nossa vida e todos puderam apreciar esse grande show”.

O espetáculo foi preparado com muito empenho e dedicação, contando com a colaboração de muitas pessoas, como conta o professor Felipe Dias. “Comecei a participar do festival da Allegro em 2013. Em 2015 passei a fazer parte da instituição como professor de educação física e me tornei integrante fixo da Allegro. A emoção é muito grande, voltamos com muito entusiasmo, animação e amor pelo que fazemos”.

Para as bailarinas a emoção foi ainda maior de fazer parte desse projeto tão esperado por todas elas, como ressaltou Ana Luíza Fernandes. “Participo do festival há dez anos e cada apresentação é uma sensação diferente. Ensaiamos muito durante todos esses meses e foi tudo incrível. A minha dança abriu o espetáculo desse ano e fiquei com frio na barriga, mas deu tudo certo e nos divertimos muito”.

De acordo com a aluna Eliza Sayeg Arreguy, a participação do festival foi uma experiência única. “Fiquei muito ansiosa, mas os aplausos do público nos acalmou. A vontade é de fazer tudo de novo”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo