fbpx
CaratingaEducação

Encontro de Educação Interprofissional da Doctum é sucesso

Realizado nas duas últimas quintas-feiras – 17 e 24 de março – e reunindo alunos da graduação presencial e semipresencial de todas as unidades de Ensino Superior da Rede de Ensino Doctum a primeira edição do Encontro de Educação Interprofissional (EIP). A nova metodologia implantada pela instityui8 promovido pela instituição foi muito bem recebida pelos participantes, cujo número superou as expectativas.

O EIP, sistema metodológico implantado neste primeiro semestre de 2022, como uma nova vertente do Projeto Integrador, chega para agregar ainda mais valor na preparação dos estudantes para o mercado de trabalho, que exige habilidades que vão além dos estudos teóricos de sala de aula, e uma multidisciplinaridade para enfrentar desafios e a dinâmica de um mundo conectado e globalizado. O feedback inicial dos participantes foi muito positivo e a adesão dos alunos foi surpreendente.

A iniciativa visa criar um espaço para integração, troca de conhecimento, desenvolvimento de práticas inovadoras, interdisciplinaridade e interprofissionalidade a partir da formação de grupos de debates entre alunos de um ou mais cursos, e de períodos diferentes.

Alunos do Curso de Administração da Unidade Caratinga participam do primeiro EIP

Essa intercambialidade começa online aos sábados, no encontro do Clube de Revista, em que os estudantes escolhem dentre os temas o de seu interesse e participam de discussões a partir do estudo de artigos científicos, de publicações nacionais e internacionais. E termina às quintas-feiras no Encontro de Educação Interprofissional que acontece presencialmente.

Janaína Dardengo diretora de Ensino da Rede Doctum, comenta sobre a idealização do projeto. “Começamos a perceber algumas falas vindas dos graduandos, principalmente após o momento de pandemia em que o convívio social fez muita falta. Resolvemos ampliar essa convivência, aliada a construção de habilidades fundamentais para esses futuros profissionais como o networking. Hoje, seu colega de sala ou de outra turma pode ser um futuro empregador, funcionário, ou mesmo alguém que vai te indicar para uma vaga. Sabemos da importância da construção dessa conexão, da formação do profissional que sabe trabalhar em equipe respeitando os saberes que são complementares”.

Como esclarece a instituição, o ensino guiado pela matriz curricular forma profissionais capacitados tecnicamente, que entendem sobre a profissão que escolheram cursar, contudo, na prática, os estudantes precisam desenvolver habilidades para além do conhecimento teórico. E é nesse ponto em que o EIP se propõe a fazer a diferença. Além da troca de saberes, outros pontos desenvolvidos são a negociação, liderança, oratória, capacidade de sintetizar ideias, inter-relação na tomada de decisões, postura profissional e amplitude do embasamento teórico ao prático.

“É uma alegria enorme ver os alunos participando ativamente do EIP. Estou convencido de que essa metodologia que promove a interação com alunos de outros cursos e períodos vai trazer um enorme ganho para a formação deles”, festeja Pedro Leitão, presidente-executivo da Rede de Ensino Doctum.

Pedro Leitão – Presidente Executivo da Rede Doctum

Segundo Carlos Bitencourt, coordenador dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Unidade Caratinga, participar da construção do EIP foi uma oportunidade que agregou na elaboração do projeto. “Nós, como coordenadores, visualizamos que o EIP seria uma agregação àquilo que já estava sendo desenvolvido na disciplina do Projeto Integrador, viria para somar às práticas, ações, e nos diferenciais competitivos que hoje já são muito grandes. Os alunos não ficam presos somente à vivência do curso que escolheram, mas passam a interagir com outros assuntos e com demais cursos da nossa instituição”.

Ele também relata que presenciar a interação dos alunos no primeiro encontro foi um momento muito gratificante: “Os alunos abraçaram o projeto. Tive a oportunidade de acompanhar os grupos de debates, eu vi em um desses encontros alunos do curso de Administração interagindo com alunos de Ciências Contábeis, Ciências da Computação, Direito, e o quanto foi enriquecedor ouvir o posicionamento de cada aluno contextualizando sobre o mesmo assunto, mas com visões e perspectivas diferentes. Eu enxergo hoje o EIP como uma ferramenta de contribuição teórica e prática para o desenvolvimento dos nossos acadêmicos, juntamente como o Clube de Revista são o ‘plus’ que hoje estamos entregando aos nossos alunos, e isso nenhuma outra instituição desenvolve”.

Janaína discorre sobre a repercussão entre alunos e professores em relação à primeira semana de atividades. “O feedback foi muito positivo, os estudantes foram participativos e gostaram muito, e perceberam os ganhos da nova metodologia logo de cara. Estamos muito satisfeitos com os resultados”.

De acordo com Janaína, os temas dos grupos de debates são sempre pautados na atualidade e na potencialidade de discussões inovadoras, embasadas pelo conhecimento científico. Alguns dos temas inicialmente propostos foram a “Privatização e seus impactos mercadológicos”, “Saúde mental em tempos de pandemia” e “Envelhecimento da população no Brasil”.

Sobre as expectativas futuras do EIP Janaína também comenta: “Para o futuro vamos aprimorar o desempenho, acertando aquilo que porventura ainda tenha deixado a desejar. Mas as perspectivas são de ganhos enormes. Que tenhamos alunos muito mais preparados para o mercado de trabalho”.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo