fbpx
BrasilSaúde

Vacina bivalente da Pfizer será aplicada a partir de fevereiro no Brasil

O Ministério da Saúde (MS) anunciou nesta quinta-feira,26, que a aplicação das doses de reforço da vacina bivalente da Pfizer, contra a Covid-19, devem começar a partir de 27 de fevereiro. O anúncio foi feito em Brasília (DF), durante encontro da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas/OMS).

Os novos imunizantes oferecem proteção extra contra a ômicron, variante que domina os casos atualmente, e suas sub-variantes. As vacinas monovalentes, aplicadas hoje contra a Covid-19, oferecem menor proteção contra a variante dominante, mas continuam sendo eficientes para casos graves, mortes e hospitalização.

De acordo com o MS, na primeira fase do calendário de vacinação serão imunizadas pessoas acima de 70 anos, imunocomprometidos, população de comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas.

Na segunda fase serão vacinadas pessoas entre 60 e 69 anos, seguido de gestantes e puérperas e profissionais de saúde, respectivamente, nas fases 3 e 4 do cronograma.

Alerta para outras doenças
Durante o encontro o diretor do Departamento de Imunização e Doenças Imunopreveníveis (SVSA/MS), Éder Gatti. declarou que o ano de 2022 fechou com baixa cobertura vacinal em quase todas as imunizações.

“Também encontramos um baixo estoque de vacinas. Por isso, temos o risco real de desabastecimento de imunizantes importantes para o nosso calendário, como a BCG, Hepatite B e tríplice viral, por exemplo”, alertou.
Com o cenário, o diretor da pasta pontuou para o risco da reintrodução de casos de poliomielite em território nacional. (Hoje em Dia)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo