fbpx
BrasilMundoSaúde

Queda da cobertura vacinal no Brasil é muito preocupante, diz diretora da SBIm

Este 17 de outubro marca o Dia Nacional da Vacinação.

No entanto, devido à baixa procura por imunizantes nos últimos anos, a diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações Flávia Bravo, avalia que o “cenário é muito preocupante.”

Segundo ela, a causa para a queda na cobertura vacinal não se dá somente pela pandemia, já que se observa desde 2015 este movimento.

“A pandemia intensificou a queda ainda maior das coberturas, e não é só no Brasil, isso preocupa todas as instituições de saúde do mundo inteiro”, disse.

A diretora da SBIm explicou que há um conjunto de fatores, além da pandemia, que contribuiu para os números em baixa.

“A crise econômica, corte de financiamento de saúde pública, e o fato dos pais hoje em dia não temerem doenças que não conhecem justamente por causa da vacina ajudam a explicar a situação.”

Entre as doenças que estão de volta estão o sarampo, a possibilidade de poliomielite, além de difteria, por exemplo.
Para reverter este quadro, a pediatra defende que haja “comunicação, informação e capacitação de profissionais de saúde.”

O foco é a vacinação infantil porque ela atua indiretamente contra grande parte das doenças em adolescentes e adultos.
A especialista também destaca que as fake news, propagadas nas redes sociais, “colocam uma pulga atrás da orelha” das pessoas e também contribuem para aumentar o antivacinismo. (CNN Brasil)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo