fbpx
BrasilSaúde

Novembro Azul alerta quanto ao Câncer de Próstata

Novembro é considerado o mês mundial de combate ao Câncer de Próstata, tipo da doença mais comum entre os homens, responsável pela morte de 28,6% da população masculina acometida por câncer. Segundo dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca), no Brasil, a cada 38 minutos um homem morre devido a esta doença. Esses dados atestam a importância da campanha Novembro Azul, cujo objetivo é esclarecer sobre a doença e incentivar as medidas preventivas contra o câncer de próstata.

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino localizada abaixo da bexiga, cuja principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

Sintomas do câncer de próstata
Na fase inicial da doença, não ocorrem sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Na fase avançada, os sintomas são: dor óssea; dores ao urinar; vontade de urinar com frequência; presença de sangue na urina e ou no esperma.

São considerados fatores de risco do surgimento do câncer de próstata: histórico familiar – ocorrência da doença em pai, irmão e tio; raça – homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer; obesidade.

Prevenção e tratamento
A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue Antígeno Prostático Específico (PSA).

Aproximadamente 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal. Outros exames poderão ser solicitados se houver suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.

A definição da melhor forma de tratamento dependerá de diferentes aspectos, como o estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida. Em casos de tumores de baixa agressividade há a opção da vigilância ativa, na qual periodicamente se faz um monitoramento da evolução da doença intervindo caso ocorra progressão.

Novembro Azul
A campanha Novembro Azul foi lançada em 2011, em uma iniciativa do Instituto Lado a Lado pela Vida, visando alertar o público masculino quanto ao risco do câncer de próstata, o mais frequente entre os homens brasileiros depois do câncer de pele, e a importância do diagnóstico precoce.

Devido à repercussão da campanha, o Ministério da Saúde e o Inca começaram a divulgar ações importantes e a data transformou-se no maior movimento em prol da saúde masculina.

De acordo com o Inca, foram diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata e cerca de 15 mil mortes por ano em decorrência da doença no Brasil, para cada ano do biênio 2018/2019. O levantamento mostra que 42 homens morrem por dia devido à doença e aproximadamente 3 milhões convivem com ela.

O Novembro Azul se dispõe a conscientizar a população masculina sobre a necessidade de cuidar do corpo e da mente. Nesse sentido, a campanha orienta os homens a praticar exercícios, ter uma alimentação equilibrada, evitar o tabagismo, praticar sexo seguro, cuidar da saúde mental e, também, fazer o exame da próstata, periodicamente.
Geralmente não afeitos a se submeterem a exames médicos, os homens são aconselhados a realizarem periodicamente os seguintes testes e exames: aferimento da pressão arterial; hemograma completo; dosagem da glicemia; dosagem do colesterol; testes de urina; atualização da carteira vacinal; verificação do perímetro abdominal e do Índice de Massa Corpórea (IMC).

Além disso, com o avanço da idade, os homens devem fazer check-up regular, que é a melhor forma de prevenir doenças e evitar que sejam tratadas apenas em estágios mais avançados.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo